O LOUREIRO MOVIMENTA MAIS DE UMA CENTENA DE FESTAS E ROMARIAS TODOS OS ANOS.

Um ingrediente fundamental da cultura do Vale do Lima é a alegria das suas gentes. O rodopiar colorido dos trajes minhotos e o ritmo acelerado do folclore musical exaltam um território de características únicas.

Multiplicam-se, pelos territórios do Vale, as festas e romarias. De inspiração religiosa ou pagã, as celebrações destas gentes são um agradecimento pela riqueza do seu território e, em simultâneo, uma cerimónia aberta a visitantes que se queiram deslumbram com a beleza minhota.

A Romaria em honra da Nossa Senhora da Agonia celebra-se, anualmente, no dia 20 de agosto, na cidade de Viana do Castelo. Desde 1703 que esta festa, em homenagem à santa padroeira dos pescadores locais, é uma das maiores festas religiosas portuguesas. Gente de todos os cantos do mundo usufrui do vasto programa da festa.

Além do Desfile de Mordomia, que traz o ouro vianense às ruas em volta do pescoço das suas orgulhosas habitantes, também os tapetes floridos e a procissão em mar transportam todos os visitantes para o espírito colorido e feliz das gentes do Lima.

Remontando a 1826, as Feiras Novas são já uma referência nacional, atraindo todos os anos centenas de milhares de visitantes. As Feiras Novas irradiam a alegria e espontaneidade do povo. Por toda a vila, as rusgas, as concertinas, os cantares ao desafio, o folclore e a gastronomia transformam estas festas num acontecimento singular e inesquecível, na romaria que é considerada o "maior congresso ao vivo da cultura em Portugal”.

A Romaria de São Bartolomeu é uma romaria cujo inicio remonta ao século XVIII, e que acontece todos os anos entre os dias 19 e 24 de agosto, enchendo as ruas de populares vindos de toda a parte. É famosa pela noite de 23 para 24 de agosto, quando o “Diabo sai à rua” e o povo usando as camisas bordadas, os franjeiros, a filigrana que embeleza as minhotas, exaltando a tradição das rusgas. O povo canta e dança ao som das castanholas, das concertinas e dos cantares pela noite fora até ao raiar do dia.

A conjugação de tudo isto torna a Romaria de São Bartolomeu uma das 7 Maravilhas da Cultura Popular Portuguesa.